Você é um freelancer empreendedor? Entenda seu perfil!

Você é um freelancer empreendedor? Entenda seu perfil!

Atualmente há boas oportunidades para freelancers. Mas você sabia que é possível ir além e se tornar um freelancer empreendedor? Descubra como a seguir!

Nos dias de hoje, com o avanço das tecnologias de informação e comunicação, é muito mais fácil ser freelancer. Tendo alguma habilidade ou profissão, é possível encontrar pessoas que precisam do que você tem a oferecer. No entanto, um freelancer empreendedor vai muito além do que simplesmente fazer freelas ocasionais para complementar a sua renda.

Você até pode fazer este trabalho sem abrir um CNPJ, contratar um contador ou cuidar de suas finanças. Mas somente um freelancer empreendedor está disposto a assumir riscos. Isso porque um empreendedor é o proprietário de uma empresa, não apenas uma pessoa com habilidades para vender.

Com isso em mente, se você está em dúvida se você é mais um empreendedor do que um freelancer ou vice-versa, vamos explicar aqui a diferença entre eles e como você pode potencializar sua carreira como um “freelancer empreendedor”. Vamos lá?

A diferença entre freelancer e empreendedor

freelancer é aquela pessoa que trabalha como redator, designer, programador, entre outras profissões, vendendo seus serviços por hora ou dia de trabalho, em vez de trabalhar tendo como base um salário regular e pago por um empregador. Ou seja, se você não recebe um salário fixo e mensal de uma pessoa ou empresa, você pode ser considerado um freelancer.

Já o empreendedor é o indivíduo que gerencia qualquer projeto, principalmente uma empresa, em que o negócio é considerado algo inovador e, por isso, uma iniciativa de risco. Com a união da criatividade e imaginação, o empreendedor produz novas ideias, com o desejo de assumir responsabilidades e ser independente financeiramente. Ou seja, ele busca ser protagonista na sua própria carreira profissional.

Além de suas habilidades profissionais, um empreendedor planeja seu crescimento, definindo metas e tomando medidas para atingir seus objetivos. Ele investe em seu negócio, com tempo e dinheiro no desenvolvimento de serviços, produtos e fluxo de renda, sempre pensado no longo prazo.

Por isso, se você quer se desafiar, atingir metas e sucesso nos negócios, é preciso começar a pensar como um freelancer empreendedor. É ele que usa o dinheiro de freelas para construir um negócio maior e mais lucrativo.

Como se tornar um freelancer empreendedor?

Diante da realidade econômica atual, mais pessoas têm decidido trabalhar com algo que amam, adequando-se aos objetivos de suas próprias vidas. Não importa qual seja a motivação para ser seu próprio patrão, você pode começar hoje mesmo.

Empreender não é tão difícil quanto parece, desde que você tenha paciência, comprometimento e, é claro, uma boa ideia. Se você pretende começar um negócio, mas não sabe por onde começar, separamos algumas dicas que podem potencializar a sua vida empreendedora:

1. Legalizar-se pelo MEI

A formalização do seu negócio é o principal passo para você começar a empreender. A partir do momento que sua empresa é legalizada, você estará apto a emitir notas fiscais de prestação de serviço. Esse profissionalismo pode atrair mais clientes e aumentar seu volume de negócios.

Além disso, com o programa Microempreendedor Individual (MEI), do Governo Federal, o empreendedor tem à sua disposição uma série de benefícios como cobertura previdenciária, contratação de funcionários com menor custo, concessão de alvará para funcionamento e facilidade para conseguir créditos em banco, por exemplo.

2. Conhecer o mercado

Para se posicionar profissionalmente é preciso conhecer o mercado que se pretende atuar. Por isso, é primordial pesquisar os aspectos positivos e negativos do setor, identificando os principais concorrentes, definindo o perfil do cliente ideal e descobrindo as oportunidades de negócio.

Reunir informações sobre os aspectos mais importantes da sua área de atuação pode estimular o freelancer empreendedor a desenvolver um posicionamento profissional estratégico, tendo mais chances de sucesso em seus projetos.

3. Definir metas e cronogramas

É crucial analisar todas as possibilidades que podem levar ao objetivo que você deseja conquistar. O estabelecimento de metas e de um cronograma pode se tornar um combustível para que você continue a avançar para uma próxima etapa, a cada nova conquista alcançada.

Ao criar um planejamento, você criará uma estratégia detalhada de todas as ações necessárias para que você alcance o sucesso no seu empreendimento. Assim, você consegue acompanhar o quanto produziu e o quanto falta para você atingir seu objetivo final.

4. Capacitar-se

A capacitação é a palavra-chave para qualquer freelancer empreendedor. Todos os dias novos mercados, tecnologias e oportunidades surgem. Para estar preparado nesse cenário, o empreendedor precisa estar atento às mudanças e buscar uma boa formação.

Além do conhecimento técnico e de gestão, é fundamental investir em cursos em áreas comportamentais e emocionais. Não adianta o profissional saber como gerir o seu fluxo de caixa e não saber como lidar com os clientes. A capacitação permite que o freelancer inove em seus serviços e continue relevante no mercado.

5. Criar estratégias de marketing

Para garantir uma posição de destaque no mercado, o empreendedor precisa investir em estratégias de marketing, buscando engajar o seu público-alvo. Com isso, é possível construir uma imagem positiva da sua marca, gerar valor e aumentar as vendas.

Com a internet, o Marketing Digital se tornou essencial para os freelancers empreendedores. Estar presente nas redes sociais e produzir conteúdo útil por meio de sites e blogs, permite que seus clientes encontrem você e os serviços que tem a oferecer.

6. Fazer parcerias

As parcerias com fornecedores, clientes e até outros empreendedores servem de base para um crescimento sustentável para o seu negócio. A concorrência é saudável por tirar o empreendedor da zona de conforto, mas o relacionamento também tem potencial de agregar valor ao seu negócio.

Por exemplo, é possível unir os seus esforços de redação com algum empreendedor que trabalhe com design. Assim, você pode atender os clientes de maneiras mais completa e eficiente, além de potencializar a prospecção de um público maior.

Por isso, essas “alianças” surgem como uma nova forma de suprir as demandas dos seus clientes naquilo que você não tem expertise, tornando a parceria produtiva para todos os envolvidos.

E você, está em busca de parcerias para se tornar um freelancer empreendedor? Faça seu cadastro e entre para o time de redatores da PostSpot!

 

Fechar